Soluções

Integração RNDS

Histórias de sucesso

A integração de sistemas como elemento fundamental para o combate ao coronavírus

Todas as atenções da sociedade se voltam para o combate direto à pandemia do coronavírus, uma demanda que também chega com força às empresas de tecnologia. Elas atuam em diversas frentes, ampliando conexões, agilizando a transmissão de dados e viabilizando incontáveis procedimentos.

Um desses trabalhos envolve a integração de sistemas entre laboratórios e a Rede Nacional de Dados em Saúde (RNDS), que faz parte da estrutura do Conecte SUS – programa do Ministério da Saúde de aceleração da transformação digital e compartilhamento de dados da saúde no Brasil.

No contexto da pandemia, essa integração viabiliza o envio dos resultados dos exames da Covid-19 diretamente dos laboratórios para o Webservice desenvolvido pela RNDS.

Após se credenciar na RNDS e conseguir sua aprovação, o laboratório iniciará, por sua conta, o processo de integração de sistemas. Nesse momento, começam os desafios mais imediatos, que incluem:

  • documentação insuficiente da RNDS para que o processo seja concluído rapidamente, com assertividade;
  • a necessidade de um processo 100% seguro, de ponta a ponta, para garantir a criptografia e o tráfego de dados sensíveis dos pacientes;
  • criação de interfaces específicas nos laboratórios para integração dos dados da Covid-19;
  • monitoramento constante do fluxo de informações;
  • várias barreiras técnicas na RNDS, como a troca dinâmica de certificados e tokens no momento de fazer a autenticação, complexa definição dos campos para a integração, dificuldade no acesso ao Webservice para homologação e o uso do protocolo de comunicação HL7 FHIR – avançado e pouco conhecido pelos programadores.

A Digibee estudou profundamente o sistema utilizado na RNDS e concluiu a integração com o webservice em suas diferentes configurações no Distrito Federal e em todos os 26 estados do País.
Com isso, temos disponíveis o padrão e o mapeamento dos campos necessários para o envio das informações, assim como conectores que garantem o envio da informação no padrão HL7.

Para assegurar que os dados sensíveis sejam trafegados de forma protegida, nossa solução agrega uma camada de segurança de ponta a ponta, desde o sistema de laboratório até a RNDS.

A Digibee também se adaptou aos protocolos de sistemas dos laboratórios como Tasy, Motion e MV, entre outros, e colocou conectores disponíveis para tecnologias de dados (banco de dados, arquivo, WS e API) para acelerar a implementação da integração.

A integração do laboratório com a RNDS é feita em até duas semanas, com licenciamento da plataforma Digibee por 12 meses. Ela é operada e monitorada 24 horas por dia, todos os dias da semana, capturando e alertando sobre eventuais erros do sistema, e possui suporte técnico. O laboratório também recebe hospedagem dos pipelines em cloud pública.

Todo esse trabalho é parte da filosofia Digibee de simplificar a integração de sistemas complexos – problema que, no cenário atual do coronavírus, precisa ser enfrentado com urgência pelo setor da saúde.

Pronto para começar?

Pronto para começar?

Cadastre-se ou fale com a gente