Da conexão com o SAP para a criação de APIs: como a Duratex usou solução como “curinga” em seu negócio
13 de maio de 2021
Contratada inicialmente para acelerar a conexão entre sistemas das diversas marcas da Duratex com o SAP central, plataforma de integração se tornou a resposta para a construção rápida de APIs e ainda contribuiu como solução de e-commerce

Contratada inicialmente para acelerar a conexão entre sistemas das diversas marcas da Duratex com o SAP central, plataforma de integração se tornou a resposta para a construção rápida de APIs e ainda contribuiu como solução de e-commerce

Digibee

 

Há dois anos, a Duratex, produtora de painéis de madeira industrializada e pisos, louças e metais sanitários e revestimentos cerâmicos que atua por meio de suas marcas Deca, Hydra, Ceusa, Durafloor, Duratex e Portinari, constatou a necessidade de acelerar a comunicação de seus diversos sistemas com o SAP central. Naquela época, a empresa utilizou uma tecnologia que, embora robusta, apresentava gaps de usabilidade, gerando esforços consideráveis em caso de mudança de padrões.

Uma equipe da Duratex que estava alocada no Cubo, o centro de empreendedorismo criado pelo Banco Itaú, descobriu ali mesmo a Digibee, que apresentou uma solução que poderia ajudar na tarefa: uma plataforma de integração híbrida que permitia um processo simples, plug and play, viabilizando a conexão direta dos sistemas com o SAP.     

A Duratex escolheu a Digibee HIP, mas logo ficou claro que esse projeto mais complexo precisaria ficar “congelado” por algum tempo.

A empresa possui três divisões – madeira (marcas Duratex e Durafloor), revestimentos cerâmicos (Ceusa e Portinari), louças, metais e chuveiros (Deca e Hydra). A diversidade de tecnologias utilizadas nos diferentes sistemas, potencializada com a aquisição recente das marcas de revestimento, fez com que a empresa revisasse suas prioridades.

“Temos uma tarefa de integrar os sistemas atuais com o SAP MDG (Master Data Governance)”, explica Luan Alves, desenvolvedor backend da Duratex. “Só que, para viabilizar esse processo, nós precisaríamos de formatos diferentes para a entrada dos dados.”

A solução encontrada foi a criação de APIs para viabilizar a transmissão dos dados em formatos diferentes até que eles chegassem ao MDG. Foi nesse momento, de forma um tanto repentina, que a plataforma de integração híbrida da Digibee se tornou uma importante solução para nossas conexões feitas via API nos sistemas da Duratex por parte de Data & Analytics.

“Com a Digibee, estamos fazendo essa API de forma muito rápida. É uma mão na roda, porque acelera demais a entrada de dados”, define Alves.

O desenvolvedor tem um exemplo prático para explicar qual é o ganho com a criação da API pela plataforma de integração, citando a entrada dos sistemas da Hydra, que trabalha com a extensão xlsx. “Se fizéssemos com outra solução, teríamos muito mais trabalho, pois precisaríamos de muitas configurações de cabeçalho. Com a Digibee HIP, só precisamos configurar o tipo de arquivo no conector, porque os parâmetros já estão lá.”

 Os ganhos também no e-commerce

Com a possibilidade de criação rápida de soluções de API, a equipe de Duratex encontrou rapidamente outros locais onde poderia utilizar a Digibee HIP.  O que acabou abrindo espaço para acelerar a migração de dados para o e-commerce de algumas de suas marcas. “Quando recebemos uma carga de dados no MDM da Deca, por exemplo, a plataforma já transfere rapidamente para o site”, conta Alves.

Os dados citados por Alves se referem a informações de cerca de 4.000 produtos da Deca. A Digibee HIP multiplica por quatro a velocidade de envio, convertendo os dados para plugá-los no sistema do e-commerce. “Primeiro, eu verifico qual é o contexto desse dado. Faço uma busca para verificar quem precisa recebê-lo, de acordo com aquela linguagem, e utilizo a Digibee para disparar diretamente para esse sistema.”

Alves lembra que esse é apenas um “extra” da plataforma, e que sua principal utilização (a comunicação com o SAP) ainda permanece à espera: “Essa é a nossa principal dor”. O período de análise já foi concluído e o projeto envolvendo o SAP está programado para ser retomado com o projeto de integração de Madeira que já está em andamento.

Esse novo ecossistema digital promete simplificar ainda mais a integração entre os diversos sistemas legados e operacionais das marcas da Duratex, agora conectados de maneira centralizada no SAP.

“A Duratex comprou empresas e marcas que já tinham seus sistemas”, diz o desenvolvedor. “Esses sistemas são das fábricas e não vão morrer. O que eles precisam é conviver com o sistema principal sem perder a comunicação com os dados.”

Na conexão do legado com o futuro, a Duratex buscou pontes simples e flexíveis. Depois de colher resultados que não estavam no script original, está chegando a hora de solucionar o tópico principal.


Leia também

“Integração moderna significa levar as novas ferramentas e plataformas a sério”: um olhar sobre o APICON 2021

A tecnologia humanizando a saúde e sensibilizando o médico: as lições do criador do Robô Laura

Atender às expectativas sem deixar de inovar: o desafio de Eduardo Prota na chegada do N26 ao Brasil

Share This