digibee

Do caos à nova ordem: o impacto da Covid-19 no Carrefour e no McDonald’s

Artigos

Digibee, 12/08/2020

Report de cobertura da 1ª Happy Hour DigibeeR traz estudos de caso e impressões de líderes de TI e negócios, além de previsões e tendências de especialistas

Quando a Organização Mundial de Saúde emitiu, em dezembro de 2019, um alerta sobre uma pneumonia que acontecia em Wuhan, a sétima maior cidade da China, apesar da evidente gravidade da notícia, dificilmente alguém seria capaz de imaginar o que aconteceria em menos de três meses.

Baixe gratuitamente o report “Gestão de crises: colocando a casa e o futuro em ordem no pós-pandemia”

Como uma avalanche invisível, revelada numa sequência de fatalidades alastrada por todos os países do globo e acompanhada de notícias apocalípticas, o coronavírus obrigou o mundo inteiro a limitar atividades, restringir a circulação de pessoas e fechar fronteiras.

O impacto da Covid-19 nos negócios foi direto e generalizado. “Quando as empresas fazem simulados de gestão de crise, ‘pandemia’ é a última da escala. Dessa vez, tivemos uma crise dessas sem passar pelas etapas anteriores”, disse Paulo Henrique Farroco, CIO do Carrefour.

Para entender este impacto

Com o propósito de entender que mudanças e aprendizados a pandemia nos irá legar, fizemos, em maio deste ano, nossa 1ª Happy Hour DigibeeR, um bate-papo descontraído, mas profundo, que envolveu, além de Farroco, Domingos Bruno, CIO para a América Latina (Latam) do McDonald’s, e Luiz Adolfo Gruppi Afonso, o Laga, presidente da Digibee.

“Nosso segundo maior mercado na América Latina ficou inteiramente fechado”, afirma Domingos. Laga, por sua vez, durante a conversa, destacou inúmeros temas; um deles, o home-office, que deixou de ser uma possibilidade para ser a única opção para muitas empresas e profissionais. “A pandemia venceu a resistência ao home-office”, declarou.

Como consequência desse encontro, produzimos um report da cobertura do encontro. Contudo, não nos limitamos ao que se discutiu na ocasião, incorporamos, ao material, dados de pesquisa e informações obtidas ao longo dos meses de maio e de junho. Também entrevistamos Rodrigo Bernardinelli, CEO da Digibee, e o consultor de inovação Arthur Igreja.

À frente da Digibee e acompanhando a busca de seus clientes por tecnologia que os ajude na adaptação à nova realidade, Bernardinelli acrescentou, ao Report, sua visão dessa experiência. “Foi a gestão de crise mais ampla e complexa pela qual já passei. Ao mesmo tempo em que adaptávamos nossas operações da noite para o dia, tivemos que dar todo o apoio necessário, simultaneamente, a todos os nossos clientes”

 A inovação como recurso fundamental

Mais do que uma análise do momento, o consultor de inovação Arthur Igreja procurou projetar o futuro a partir das inegáveis transformações que a pandemia impôs e seguirá impondo ao consumo e aos negócios.

A crise atingiu e ainda atinge níveis inimagináveis, levando, em muitos casos, empresas tradicionais a “virarem” startups, no sentido de precisarem transformar seus negócios do dia para a noite.

Porém, para Igreja, cautela e atenção seguem sendo ingredientes essenciais da receita para entender, suportar e superar o que acontece hoje e o que ainda está por vir. “Há uma tendência a exagerar o que estamos vivendo no momento. A saída será um modelo híbrido, que agrega o digital sem esquecer do ambiente físico”

Baixe gratuitamente o report “Gestão de crises: colocando a casa e o futuro em ordem no pós-pandemia”

Fique por dentro

Open banking: olhos abertos para aproveitar um mundo de novos negócios

Saiba Mais

Lock-in: prenda-se se for capaz

Saiba Mais

2ª Happy Hour DigibeeR: a essencialidade do omnichannel na era do imprevisível

Saiba Mais

Do caos à nova ordem: o impacto da Covid-19 no Carrefour e no McDonald’s

Saiba Mais

Conheça a história por trás da Digibee

Saiba Mais